quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Se você não acredita em deus, por que não sai por ai fazendo coisas erradas?

Crentes geralmente acreditam que agir da forma certa e com temor a deus são coisas intimamente ligadas. Não são!
Ateus e religiões não cristãs são demonizadas, as pessoas têm medo das religiões afro, por exemplo. Não é incomum nossos avós nos pedirem pra ficar longe de amigos "macumbeiros".

Existem, é claro, os casos mais absurdos e estupidificastes, mas em linhas gerais a religião sempre anda mais próxima do medo, preconceito e das promessas de paraíso do que de praticar bem (não que praticar o bem não seja abordado, mas tem menor impacto).

Não creio muito na ideia do "aqui se faz, aqui se paga", pois não existe qualquer força natural reguladora para isto. Este conceito é um conceito humano de justiça, por isto muitas vezes na vida em sociedade acaba ocorrendo...E posso citar inúmeros casos em que ele não ocorreu. Monarquias europeias massacraram seus povos e nada de mal lhes aconteceu (exceto durante a Revolução Francesa). Aqui no Brasil, por exemplo, os Sarney e os Maluf vão muito bem, obrigado.

Acredito no caos, pura e simplesmente. A melhor definição para o que eu acredito é o niilismo, ou seja, as coisas não têm um sentido sublime, somos meras obras do acaso vagando por aí.

E, diante disto, reverbero a pergunta dos crentes: Por que eu não saio por aí fazendo coisas erradas? Porque eu não ganho nada com isto, porque, como ser humano, sou geneticamente evoluído para viver em sociedade, carrego nos meus genes a empatia e a colaboração. Meus (nossos) antepassados foram contemplados na seleção natural pela capacidade de dividir o pão hoje com quem nada tem a nos dar, sendo recompensados em outro momento. Carregamos em nossos genes a noção de justiça e dependência mútua em prol da sobrevivência. Ou seja, não acredito num certo e errado absolutos, mas acredito na noção de certo e de errado humana, concebida biologicamente, pela qual faz sentido que a maioria esmagadora da população opte na maioria das vezes pelo certo, sob pena da extinção das sociedades que não ajam assim.

Eu não saio por ai fazendo coisas erradas porque sou ser humano e o ser humano, ao contrário do que prega a religião, é essencialmente bom.

Problemas com a lógica cristã:
- Se o homem é essencialmente bom, mas faz o mal porque é influenciado pelo cão e se deus é onipotente, por que então deus não dá logo um jeito no capiroto?
- Qual o sentido de sacrificar seu filho na cruz para salvar o mundo? Pensando logicamente, pra que serve isto?
- Quais as opções que as crianças que nascem em regiões devastadas pela fome, doenças e guerras têm? Elas não têm direito ao livre arbítrio?

Ja minha visão de mundo não tem nada de logosofia, talvez valha a pena ler um pouco sobre Nietzsche e a teoria da regressão infinita.

Em primeiro lugar, acredito que o conceito de certo e de errado é muito relativo e intimamente atrelado a condição humana, o que significa dizer que: Não é que nós somos geneticamente programados para fazer o bem, mas que nós chamamos de "bem" aquilo que somos geneticamente programados (através da evolução, não de um programador divino) para fazer.

Penso no caso da aranha viúva negra, ela mata o macho para dar de alimento aos seus filhotes. Se uma mulher fizesse isto seria uma barbárie, mas na natureza não existe certo ou errado, existe a luta pelo sobrevivência. Se a viúva negra pudesse pensar, ficaria horrorizada de ver que as mulheres humanas deixam as cabeças dos seus maridos em seus respectivos lugares e preferem que suas crias mamem de seu próprio leite. Vê como a moral humana não é um conceito universal?

Em segundo lugar, dados os instintos primitivos que nos levam a não matar, a respeitar uma certa ordem social (existem estudos que mostram entre primatas a condenação, exclusão do bando, dos membros que roubam a comida do outro, por exemplo), ter empatia por nossos semelhantes e amor por nossos descendentes, aplicamos a estes instintos nosso raciocínio lógico. Ou seja, somos capazes de derivar de uma meia dúzia de inclinações biológicas todo um conjunto de conceitos e normas morais que variam de sociedade para sociedade e que, ainda assim, cada sociedade acredita que a sua moral é a certa, divina e universal.

Na introdução de sua obra mais importante, Descartes diz uma coisa que acho o máximo: "Bom senso é algo tão abundante no mundo, que cada um tem o seu, todos diferentes e todos presumidamente corretos" (não com estas palavras exatamente).

Então, se eu tenho 20 filhos e tenho poder suficiente para salvar todos, eu faria. Nem que me custasse a vida. Mas assim, eu deixaria meu filho sofrer para aprender algo sim, isto depois de aparecer pessoalmente e falar com ele as regras, não ficaria brincando de esconde-esconde, passando regras confusas e conflitantes (pense no monte de religiões que existem) por meio de um telefone-sem-fio em que é impossível detectar quem está com a razão (seria uma tribo da Polinésia da Porta dos Fundos? Rs). Isso sem falar que mesmo entre os cristãos, há várias interpretações diferentes para o mesmo livro.

Com relação a nao entendermos a vontade divina, este me parece um eterno argumento de fuga. Quando as coisas estão dentro daquilo que achamos legal, glorificamos deus. Quando as coisas contradizem nosso bom senso, dizemos que isto pertence a inescrutável vontade divina (leia Caim do Saramago, trata do tema de forma brilhante). Isso sem falar nos que associam isso ao "inimigo" a ser vencido.

Enfim, é uma discussão sem fim. Ateus e religiosos não falam a mesma língua. Os religiosos partem da fé e buscam encontrar os sinais que justificariam sua fé, ignorando os fatos contraditórios sobre a justificativa de que a vontade de deus está acima da nossa compreensão. Já os céticos partem das suas observações (por meios empíricos e científicos) para juntar pecinhas e chegar em conclusões.

Céticos nunca assumem verdades como absolutas, pois estão cientes de suas limitações humanas e sabem que sempre vão faltar pecinhas. Religiosos nunca vão admitir revisar suas verdades, pois partem de dogmas e, diante de uma contra-prova empírica, estão prontos para duvidar dos seus sentidos em prol de sua fé....

Mais um excelente texto chupinhado do Gustavo Marotta no Facebook.

5 comentários:

  1. E aqui vai o meu elogio também: EXCELENTE TEXTO! PARABÉNS AO AUTOR!
    Só quero destacar a seguinte passagem "Céticos nunca assumem verdades como absolutas, pois estão cientes de suas limitações humanas e sabem que sempre vão faltar pecinhas.", Ao contrário dos religiosos mais fanáticos, não é? É muita arrogância em mundo tão pequeno se comparado com o que há no universo se colocarem como donos da verdade. Mas isso é algo até compreensível, já que eles se apoiam nas religiões para preencherem o vazio que sentiriam por não saberem o porquê de existirem. Aí eu pergunto: E qual é o problema de viver sem saber o motivo de se viver? O que há de mau nisso? Se as coisas não têm um sentido sublime e nós somos meras obras do acaso vagando por aí, como está no texto, eu sei que é triste pensar dessa maneira, mas e se realmente for isso? Nó vamos deixar de viver e nos matar apenas por não conseguirmos compreender a nossa própria existência?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há um motivo único para se viver. Cada um dá o sentido que quer pra própria vida. E nem mesmo os religiosos sabem responder à pergunta: qual o sentido da vida? O sentido da vida é ficar bajulando um deus a vida inteira? Isso sim seria uma vida sem sentido...

      Excluir
    2. Hmmmm... tenho uma resposta para este texto. Acesse o link a seguir e pense um pouquinho: http://leisdoreino.blogspot.com.br/2014/03/resposta-publicacao-se-voce-nao.html

      Excluir
  2. DEUS DISSE;MEUS MANDAMENTOS NÃO ESTÃO NO CÉU,PARA NÃO DIZERES;QUE SUBIRA ATE LA PARA BUSCAR,NEM NO FUNDO DO MAR ,PARA NÃO DIZERES,QUEM VAI BUSCÁ-LO `PARA NOS!!!! OS MANDAMENTOS DE DEUS,E AS VONTADES DELE,ESTÃO AO NOSSO ALCANCE!!! PORQUE DEUS NÃO DA JEITO EM SATANÁS? PORQUE OS FRUTOS NÃO ESTÃO MADUROS, PARA SEREM COLHIDOS PELO AGRICULTOR DO CÉU!!!!! QUANDO ELE FIZER A SUA COLHEITA,DEFINITIVA,FARA A SEPARAÇÃO DOS QUE NÃO ACREDITAM NELE,E OS AJUNTARA COM SATANÁS,E AI O DESTRUIRÁ PARA SEMPRE!!!!QUANDO VOCÊ TIVER UMA ESPERIENÇIA COM DEUS,VOCÊ O CONHECERA!!!! JÓ DISSE;EU TI CONHECIA SÓ DE OUVIDOS,AGORA TI VEJO COM MEUS OLHOS.EU FALEI SEM SABER DAS TUAS MARAVILHAS,EU FALEI E NA FALAREI MAIS,TAPO MINHA BOCA,PORQUE SEI QUE NENHUM PROJETO FICA SEM REALIZAÇÃO!!!QUEM TEM UM ENCONTRO COM DEUS SABE QUEM ELE E!!!!

    ResponderExcluir

Regras de uso:
1) Desde que não tenha palavrões, ofensas ou propagandas, nenhum comentário será apagado;
2) Diga primeiramente qual fé religiosa você professa (ateu, agnóstico, católico, evangélico, budista, judeu, muçulmano, etc) para facilitar a interpretação do seu texto;
3) Tente manter a discussão no nível das ideias. O objetivo é compreender (não necessariamente aceitar);
4) Obrigado por participar!